MENU PRINCIPAL
    CANAIS
    PROGRAMAS
 
:: ENQUETE REGÊNCIA FM ::
Você já tem candidato definido para eleição presidencial deste ano?
SIM?
NÃO?


Ver Resultados
 
CADASTRE E RECEBA
NOSSAS NOVIDADES
RÁDIO REGÊNCIA FM - 107,1 MHz : 1º Lugar ::
Nome:
E-mail:
 
SOMOS AFILIADOS
 
SOMOS AUDITADOS
 
LINKS
Associação Internacional de Radiodifusão - Internacional Associação de Broadcasting
Liberdade de Imprensa
Conselho Executivo das Nomas-Padrão
Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária
Associação Brasileira de Anunciantes
Todos Pela Educação
Denuncie Rádio Ilegal

 

 
Para evitar epidemia, Prefeitura de Buritama intensifica ações de combate à dengue
Município tem 11 casos confirmados
Com o estado de epidemia de dengue registrado nas cidades de Andradina, Pereira Barreto, Guaraçai, Ilha Solteira, entre outros municípios da região de Araçatuba e São José do Rio Preto, o Departamento de Saúde de Buritama iniciou ontem, a intensificação de combate ao mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, chikungunya e zika.
Buritama está em estado de alerta para evitar a proliferação da doença. Este ano foram registrados 11 casos de dengue, sendo 4 negativos, 1 positivo e o restante está aguardando resultado. No ano passado, foram notificados 23 casos, sendo apenas 1 positivo.
Os trabalhos de prevenção desenvolvidos em Buritama envolvem 40 profissionais que atuam na prevenção da doença por meio de ações de combate a criadouros do inseto.
Estão envolvidos nos trabalhos equipes de agentes comunitários de saúde, funcionários da Vigilância Epidemiológica e do setor de transportes.
As medidas de prevenção começaram nos bairros Cidade Nova, Nova Aliança e Interlagos e acontecerá serão estendidas para toda a cidade.
“Vamos iniciar o mês e a semana em guerra contra a dengue. Nossa meta é orientar o morador, chamá-lo para brigar conosco, para vencermos essa batalha, que se resume em identificar e eliminar criadouros do mosquito transmissor da dengue”, explicou o diretor do Departamento de Saúde, Edilson Carlos Paiva.
O diretor frisou que os materiais que acumulam água e que não servem mais para o morador serão recolhidos.
“Os agentes vão identificar os objetos e o morador deverá jogar fora os possíveis criadouros. Todo material inservível poderá ser colocado em caçamba”, disse. Mas Paiva esclareceu, que somente poderão ser colocados na caçamba recipientes que acumulem água.
“Vale a pena se reunir em mutirão. A cidade ficará limpa mais rápido. Temos que ser ligeiros, a dengue pode expandir numa velocidade absurda”, declarou ao salientar que um mosquito infectado pode transmitir a doença para cerca de 200 pessoas.
De acordo com Edilson, o trabalho visa diminuir o índice de Breteau que ultrapassa os 2%. A meta é reduzir a 0,5%.
Esse índice é um valor numérico que define a quantidade de insetos em fase de desenvolvimento encontrados nas habitações humanas pela quantidade de total vistoriada. É utilizado no Brasil para a determinação de infestação do mosquito da dengue. Quanto maior o número, maior o risco de uma cidade sofrer com epidemia de dengue.
“Estamos chamando essa operação de guerra e nosso objetivo é ganhar essa guerra. Não tenho dúvida que o trabalho desenvolvido e a adesão da comunidade serão os pilares dessa luta”, argumentou ao concluir que os moradores devem permitir a entrada dos funcionários em suas residências.
“Recebam bem os trabalhadores da saúde. Colaborem com o trabalho. Estimulem seus vizinhos e parentes. Lutem conosco. A participação de todos é muito importante para combater o mosquito Aedes aegypti”, finalizou.
Andradina é a cidade que registra maior número de casos, com 1,3 mil pessoas contaminadas.

Notícia Postada em 08/02/2019 às 14:23:02 por: Jornalismo Rádio Regência FM






Copyrigth © 2019 RÁDIO REGÊNCIA FM - 107,1 MHz : 1º Lugar :: .Todos os direitos reservados

Rua Pedro de Toledo, 355 - Cep 16400-101 - Lins - SP | 14 3522-1722 | regenciafm@terra.com.br
 
  Termos de Uso Administrado por: Edaz Comunicação