MENU PRINCIPAL
    CANAIS
    PROGRAMAS
 
:: ENQUETE REGÊNCIA FM ::
Você já tem candidato definido para eleição presidencial deste ano?
SIM?
NÃO?


Ver Resultados
 
CADASTRE E RECEBA
NOSSAS NOVIDADES
RÁDIO REGÊNCIA FM - 107,1 MHz : 1º Lugar ::
Nome:
E-mail:
 
SOMOS AFILIADOS
 
SOMOS AUDITADOS
 
LINKS
Associação Internacional de Radiodifusão - Internacional Associação de Broadcasting
Liberdade de Imprensa
Conselho Executivo das Nomas-Padrão
Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária
Associação Brasileira de Anunciantes
Todos Pela Educação
Denuncie Rádio Ilegal

 

 
Seis cidades da região têm eficiência ambiental
Botucatu, Lençóis Paulista, Iacanga, Bauru, Macatuba e Pederneiras conseguem bom desempenho no ranking do Programa Município VerdeAzul
dessa vez, somente seis municípios na região conseguiram ficar entre as 69 cidades que têm a certificação do Programa Município Selo VerdeAzul (PMVA) da Secretaria Estadual de Meio Ambiente referente a 2018. O programa faz uma avaliação anual dos 574 municípios que participam e analisa o desempenho de cada um em diversos quesitos ambientais e serve para medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental.
Embora a participação seja por adesão, não obrigatória, na região, por exemplo, Jaú decidiu não participar por entender que o ranking gera custos, de acordo com o secretário do Meio Ambiente, Elísio Eduardo Henrique Abussamra, mas o segundo melhor desempenho no Estado no levantamento estadual de 2018 é Botucatu. A cidade conseguiu ser a mais eficiente em 1º nos anos de 2012 e 2014. No ano passado, o "campeão" foi São José do Rio Preto com a nota máxima (94,65) seguido pelos botucatuenses (93,96).
Em 2018, a classificação para o Município VerdeAzul teve alterações nas diretrizes, o que dificultou a classificação das cidades. Municípios que se destacaram na edição anterior, perderam posições no ano passado. "Mesmo com as mudanças no sistema de pontuação e no aumento do rigor do prêmio, Botucatu conseguiu uma nota maior do que em 2017 e passou de terceiro para o segundo lugar na classificação. Um dos pontos que mais nos beneficiaram foi a arborização. Enquanto em 2017 tivemos nota 7,3, neste ano conseguimos 9,1 neste quesito", destacou Leonardo Fugueral, diretor da Secretaria do Verde de Botucatu.
No seleto grupo dos que conseguiram a certificação na região no ano passado estão Lençóis Paulista, Iacanga, Bauru (que figura pela primeira vez depois de anos na rabeira do ranking), Macatuba e Pederneiras.
As prefeituras recebem uma nota que varia de zero a 100, pelo desempenho conjunto em dez diretivas: esgoto tratado, manejo e destinação de resíduos sólidos, biodiversidade, arborização urbana, educação ambiental, cidade sustentável, gestão das águas, qualidade do ar, estrutura e conselho ambiental. Os municípios com nota acima de 80 recebem o selo.
Dois indicadores importantes de desenvolvimento humano são o tratamento do esgoto e a destinação do lixo doméstico. No ano passado, por exemplo, Itapuí foi a última cidade no ranking estadual com nota 3,53. O que pesou muito no desempenho dela é a falta do tratamento de esgoto, problema que a administração espera resolver neste ano quando será concluída a Estação Tratamento de Esgoto, obra bancada pelo governo do Estado.
Em relação ao desempenho de 2017 do ranking, a região de Bauru perdeu quatro cidades no seleto grupo dos certificados. Na ocasião, havia nove cidades entre 77 melhores avaliadas. Naquela lista estavam Botucatu, Lençóis, Lins, Guaiçara, Brotas, Macatuba, Pongaí, Piratininga e Torrinha. Em 2018, ficaram fora Lins, Guaiçara, Brotas, Pongaí, Piratininga e Torrinha.

Notícia Postada em 11/01/2019 às 11:36:01 por: Jornalismo Rádio Regência FM






Copyrigth © 2019 RÁDIO REGÊNCIA FM - 107,1 MHz : 1º Lugar :: .Todos os direitos reservados

Rua Pedro de Toledo, 355 - Cep 16400-101 - Lins - SP | 14 3522-1722 | regenciafm@terra.com.br
 
  Termos de Uso Administrado por: Edaz Comunicação